segunda-feira, 18 de março de 2013

A História dos Meus Cachos - Como voltei a ser Cacheada!

Amigas, pra quem nunca ouviu sobre minha Transição, aki vai mais detalhadamente...
Espero de coração que possa ajudá-las de alguma forma. Bjsss


1. ALISAMENTO
Eu comecei a fazer relaxamento desde os 15 anos e aos 25 eu alisei, pq achava meu cabelo muito volumoso e ressecado, então com a correria da faculdade e, depois, do trabalho, era mais prático. Muitas pessoas lamentavam: - "Nossa, por que vc fez isso? Teu cabelo era tão lindo!" Eu só conseguia pensar uma coisa: -"Cara, se era tão liiindo assim, p q eles não me falavam antes de eu alisar todo?! Esse povo nunca tá satisfeito com nada".

2. TRANSIÇÃO
Aos 27 anos, cortei o cabelo pra mudar um pouco o visual e daí que comecei, por incentivo do meu na época namorado (hoje noivo), meu pai e minha avó, a pensar em como seria usar novamente cacheado. Fui nos melhores salões da minha cidade tentar cachear a parte alisada (eu ainda não conhecia o Youtube nem os blogs das Cacheadas), mas me explicaram lá que não dava, pq eram químicas incompatíveis. Aí achava tanto que meu cabelo não ia mais voltar a cachear legal, nem ficar bonito, que fui procurar como fazer permanente afro. Comecei a deixar a raiz crescer com a ideia de ir fazendo escova toda semana p poder ir trabalhar, mas como isso ia danificar meu cabelo, fiquei com medo de começar a deixar crescer já danificando desde o princípio, então comecei a pensar em cortar curtinho e hidratar desde o nascimento :D Repare que foi um processo pensado, tudo no meu tempo; não é uma decisão "do nada". Falava em casa, mas todo mundo dizia que eu não era louca de fazer uma coisa dessas (pq é difícil aki ver mulher de cabelo curtinho cacheado) e achavam que podia não ficar legal. Mas o meu jeito é esse: Se eu coloco na cabeça que vai ser melhor, pronto. Uns dias depois eu falei pra mamãe e liguei pro meu namorado avisando. Ele queria cacheado, mas que eu fosse cortando aos poucos. Mas eu expliquei o porquê e ele disse que tudo bem, tranquilo. Então fui. Acho que mesmo sem ninguém concordar eu ia, mas não com essa força e decisão, entende? Facilitou sim minha vida.

 

3. BIG CHOP
E aí cortei tudo! E a sensação que tive na hora foi que o cabelo foi hidratando à medida que cortava :D Os cachos ficaram altamente definidos e eu fiquei muitooo feliz; a cabeleireira foi ótima e, apesar de ter sido num salão fino daki, mas elas já fizeram alarde, todas mee chamando, elogiando demais. Aí vem a etapa de se mostrar para os conhecidos. Mas pensei: -"Eu amei! Isso que importa. E mesmo que ninguém goste, o importante é que agora ele vai crescer hidratado!" Mas a quase totalidade só elogiou, tanto que fikei mais bonita, quanto pela coragem. E isso me deixava ainda melhor: As pessoas vendo que eu era "doidinha" e fazia o que eu tinha vontade, sem ligar pra "padrões". E o amor-próprio, a felicidade de me aceitar, de me achar linda sem ter akele cabelo nada a ver comigo?! Não tem preço! Passei a me valorizar e a valorizar o meu próximo do jeito que ele é, que Deus fez, já que Ele nunca erra. Foi liiindo!

Aí depois disso tudo, quando fui procurar no google um produto legal pra hidratar, achei as cacheadas do Youtube, milhares que passavam por isso, que passei sozinha. Então vi na hora, humildemente, que eu tinha uma missão: Ajudar de alguma maneira a espalhar esse amor-próprio maravilhoso pelo mundo! E foi aí que fiz o meu canal no Youtube e agora o Blog. Bjossss


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.